Central de Atendimento:

11 3346-2766

BEM ESTAR PARA O TRABALHADOR

16/12/2020

O SONHO VIRA REALIDADE

 

A SBEL RESSURGE!

 

Companheiros (as), na manhã desta terça-feira (15), foi realizado o lançamento da SBEL (Sociedade Beneficente dos Trabalhadores Eletricitários), dando nova vida à histórica cooperativa que atendia aos trabalhadores e suas famílias. Idealizado em 2014, o projeto sai do papel e implementará a venda de vários modelos de cestas básicas aos associados, contendo alimentos e produtos de higiene.

 

 

“O dia 15 de dezembro é um marco positivo, num ano de tanto sofrimento. O sonho valeu a pena: a SBEL ressurgiu!", comemorou Chicão, presidente do Sindicato que foi empossado como presidente da Sociedade. Desde o início de sua gestão, ele defende a retomada do projeto, e não vai arredar o pé, até garantir a operacionalização da SBEL. De início, as vendas serão realizadas pela internet, no formato e-commerce, mas, em breve, a Sociedade possuirá seus postos de distribuição presencial.

 

 

No evento, foi fundada a SBEL, eleita e empossada a diretoria e aprovado o estatuto, assim como a sede, deixando clara a transparência nas relações institucionais e burocráticas da Sociedade. Diferentemente do passado, em que a cooperativa atendia apenas os trabalhadores da Light e da Eletropaulo, a SBEL prestará suas atividades por meio de convênios, e o primeiro deles pertence ao Sindicato dos Eletricitários de São Paulo e à AEASP. Sendo assim, todos os sócios do Sindicato e da Associação dos Aposentados serão favorecidos pela SBEL e poderão comprar as cestas básicas a preço de custo.

 

 

A diretoria da SBEL comprometeu-se em dialogar com os gestores das empresas de energia, a fim de angariar fundos destinados ao desenvolvimento do projeto. Entre a nostalgia dos idos tempos da SBEL e o despontar de uma nova era para os Eletricitários, as pessoas que compareceram ao ato de fundação relembraram os momentos proporcionados e se entusiasmaram com o que vem pela frente.

 

 

Encerrando o ato de fundação, Chicão reforçou a importância da SBEL para a economia dos trabalhadores, tão atingida pela política que visa o lucro dos grandes empresários. “Existe uma carência no mercado deste tipo de trabalho. Estamos falando de um negócio social, em que o lucro é o que menos importa. O que importa é o bem-estar social e o bem-estar do trabalhador!”, finalizou o presidente.


CLIQUE AQUI E CONFIRA O BOLETIM

Categorias