Central de Atendimento:

11 3346-2766

SINTIUS publica inverdades sobre a Colônia de Férias de Caraguatatuba

02/10/2019

SINTIUS publica inverdades sobre a Colônia de Férias de Caraguatatuba

 

A atual direção do SINTIUS fabrica denúncia sem apresentar provas as demais entidades que administram a Colônia

 

Companheiros (as),

Nos últimos dias, fomos surpreendidos por publicações do Sindicato dos Urbanitários de Santos (SINTIUS). Algumas notícias sobre a Colônia de Férias Ministro João Cleófas, de Caraguatatuba, trazem afirmações que não condizem com a realidade conhecida pela administração.

Quatro sindicatos compartilham a administração da colônia e todas as decisões e validações de atos devem ser comunicadas e compartilhadas pelo conjunto de entidades sindicais. Na atual gestão da diretoria executiva, o Sindicato dos Eletricitários de São Paulo ocupa a presidência, e os Gasistas, a vice-presidência; a secretaria geral é de responsabilidade do SINTETEL; por fim, o SINTIUS controla a tesouraria, sendo o mandato exercido de 01/01/2019 a 31/12/2019.

Anualmente, há um revezamento entre as entidades sindicais nos cargos da diretoria executiva: a metodologia é a mesma aplicada ao Conselho Deliberativo. No conselho fiscal, a lógica é mantida, sempre com objetivo de dar total transparência nas informações e a garantia da fidelidade dos dados entre as entidades.

Mesmo com todo o cuidado no processo administrativo do mandato compartilhado, nos assusta saber que o SINTIUS, de forma unilateral, adotou uma proposta denuncista nos seus periódicos, sem apresentar a situação relatada para as outras entidades que dividem o mandato. Sendo assim, os Eletricitários, não reconhecem a denúncia publicada e vêm a público informar que medidas cabíveis já vêm sendo tomadas, para que os membros do SINTIUS apresentem provas de suas denúncias e justificativas da omissão de um assunto tão grave para com as instâncias de administração da Colônia. Deverão explicar quais intensões o levaram a tomar essa posição sem cumprir o rito de validação das informações.

Da maneira como foram expostos, muitos assuntos abordados pelo SINTIUS em suas publicações não são verdadeiros. Exemplo disso é a questão do IPTU, que envolve a negociação de parte do terreno para o saldamento de dívidas com a prefeitura de Caraguatatuba. Outros pontos abordados dão conotação de ilegalidade ao pagamento devido para os administradores dos mandatos anteriores, de reembolso de despesas e dívidas da colônia para com os administradores.

Diante da gravidade destas denúncias (até então, vazias), salientamos que as contas da Colônia de Férias de Caraguatatuba se encontram de portas abertas, para eliminar quaisquer dúvidas que possam surgir entre os sócios das entidades e exigimos transparência do SINTIUS que omitiu de todos tal denúncia. Qual intenção?

 

Dados os esclarecimentos sobre os periódicos do SINTIUS publicados em maio, junho, julho e agosto/19, aguardamos manifestação do citado sindicato aos órgãos de gestão da colônia, a fim de sanarmos o mal estar causado a todos e podermos dar uma resposta condizente com a verdade às nossas bases dos Sindicatos.

 

Categorias